REVISTA

Filie-se

Juros do consignado caem para 2,05%

O teto do empréstimo consignado para aposentados do INSS teve redução pela segunda vez no ano, de 2,14% para 2,05% ao mês. O novo limite de juros não se aplica para as operações que estão em vigor. 

O teto de juros dos empréstimos para aposentados e servidores segue a tendência de variação da Selic, taxa básica de juros. 

Com os novos limites de juros, a prestação de um empréstimo de R$ 1.000, em 12 vezes, para um aposentado ficaria em R$ 94,85, Com a taxa antiga, seria R$ 95,37. O valor total da operação, no final do prazo, ficaria em R$ 1.138,20, com a taxa de 2,05%.

Já em um empréstimo de R$ 1.500 em 18 parcelas, a prestação que seria de R$ 101,49 com a taxa de 2,14% ao mês, cai para R$ 100,49 com o novo teto. No final, o valor total pago será de R$ 1.808,82.

Para um empréstimo de valor maior e com prazo mais longo, por exemplo, R$ 2.000 em 36 vezes, o valor mensal da prestação fica em R$ 79,10 com a taxa de 2,05% ao mês, este empréstimo custaria, ao todo, R$ 2.847,60. Se fosse com o teto anterior, de 2,14% ao mês, a prestação seria de R$ 80,24. 

Postado em: 29/09/2017